Instituto Ganga Zumba produz o novo Bloco Afro

DSC03552DSC03591

O Instituto Ganga Zumba, dos engajados Maick, Luis etc, com apoio do DCE UEA, a mídia colaborativa do Coletivo Difusão, a Federação de Umbanda e Cultos Afro Religiosos do Estado do Amazonas (FUCABEAM), UNEGRO, e muitos outros que uniram forças realizou no último domingo a segunda edição do Bloco Afro Ganga Zumba que neste ano trouxe uma muitas novidades.

A festa ocorreu no espaço sempre aberto a comunidade: o Terreiro da Nochê Emília, a querida Mãe Emília,  localizado na Rua Pintassilgo, nº 100 – Cidade Nova II. Além da programação artística esta edição contou com uma deliciosa feijoada preparada pelas filhas de santo de Mãe Emília que deu sustância para as mais de 10 horas ininterruptas de Bloco Afro.

DSC03576DSC03556

DSC03573Sem títuloE como a presença negra é sempre produtiva e política durante o evento foram coletado votos para que seja aprovada a PL 4471 que acaba como o “autos de resistência” criando penas maiores para abuso de policiais militares, pela regulamentação das mídias, reforma política e outro pela soberania da Venezuela.

Outra novidade importante foi o “Circuito Mulheres em Diálogos – Reflexões sobre Política, Mídia e Cultura” que pretendeu trazer um debate sobre as produções femininas (e feministas) dentro da sociedade. O evento foi transmitido ao vivo pela Pós TV Norte e dividido em parte 1 e parte 2 podendo ser visto nos links anteriores.  Dentre os participantes  que podemos ver na foto acima (da direita para a esquerda estão:  Lucia Antony (UBM- União Brasileira de mulheres), Anne Jezini (Cantora e agente do Pirão-AM), Elisa Maia ( Coletivo Difusão), Patricia Sampaio (Profª UFAM), Diana Brasilis (Estudante de Filosofia, militante e mulher Trans), Dirce Quintino (Blog Gordice), Elizangela Almeida (UNEGRO), Cida Ari-poria (Coletivo MARIAM) e Maurília Gomes (Formada em relações públicas e mediadora do debate).

DSC03577 DSC03597DSC03577Vários pontos foram tocados durante o encontro como empoderamento da mulher na política, democratização da mídia, e a imagem da mulher na mídia. Foram ainda tratados os preconceitos contra as mulheres e transexuais presentes no discurso machista, os avanços nas políticas públicas federais voltada as mulheres e a população negra e minoritária, o papel da universidade na formação de uma criticidade entre outros.

A festa contou com muito trabalho educativo, cultural e claro musical. Isto pois o Bloco também veio a multiplicar o movimento cultural da cidade ao se integrar ao Grito Rock 2015, um evento feito por produtores independentes que visa ampliar a cultura para todos os cantos de Manaus (incluindo os bairros periféricos que são propositalmente relegados pelos des-governos dos prefeitos e governadores).

Por isto, desde o início diversas atrações musicais passaram pelo palco deste Bloco mostrando os diversos estilos engendrados pela música brasileira feita na mistura das três raças, mas com forte influência afro.

DSC03562DSC03585

DSC03583Trazendo a todo momento a presença do importante DJ Negro Lamar, o som foi animado pelo pagode do Poder da Criação que apresentou grandes clássicos do samba com a participação do grande Luis do Instituto Ganga Zumba no vocal, que mostrou que além de um ser tocador de tambor que não tem tamanho é um cantor de samba dos melhores.

Os cantos foram se entoando e formando uma série denominada “Cantos Negreiros” que durou toda a tarde e durou toda noite envolvendo uma série de outras atividades que animaram a galera.

DSC03583

DSC03583Entremeando estas atividades musicais, houve a marcante presença do mestre KK Bonates que junto com o Grupo de Capoeira Matumbé que trouxe um pouco da dançaluta da capoeira africana que animou a todos com seus cantos.

Porém mais do que a tradição dos cantos da capoiera, o mestre KK Bonates contou um pouco da história da capoeira passando pela de Besouro, e os grandes mestres Pastinha e Bimba e do próprio grupo Matumbé. O contexto da resistência do negro continua atual, na luta cotidiana pela sobrevivência da sua cultura e contra o processo de exclusão racial presente em uma sociedade racista.

DSC03640DSC03706

DSC03690

DSC03675

Logo formou-se o terreiro do fundo de quintal para preparar para o samba onde Julio Sorriso puxou a festa colocando todo mundo na roda de samba que começou com palma de mão e logo envolveu a todos em um legítimo sambão, samba povo, samba novo, samba chão como canta a belissima Beth  Carvallho.

E no embalo do samba todos foram entrando na roda que foi ficando animada e cheia de partideiros que respondiam como coro a voz principal. E na dança do samba chão a ginga e as saias rodadas coloriam ainda mais a festa.

E quem achava que a animação iria terminar alí mal poderia esperar pelas outras atrações que estavam por vir.DSC03721DSC03755

DSC03678

DSC03778 DSC03766

DSC03727

DSC03781 DSC03790

E aos poucos a roda era completada com alguns balalorixás que eram convidados para também mostrar seu gingado como o Pai Gilmar. Da capoeira pro samba, e do samba direto para a percussão nas aulas do grande Sorriso.

Ao cair da noite o bloco continuou unido em suas crenças e no caloramor que rolou na festa. E logo foi a vez de subir ao palco Antônio Bahia, James Rios e Márcia Siqueira.

Márcia Siqueira

antonio bahia cantorE assim o segundo Bloco Afro do Instituto Ganga Zumba trouxe muita animação, paz e axé para todos que estiveram presentes e ainda por cima diversificou a programação do Grito Rock deste ano.

E por falar em Grito Rock não esqueçam que ainda estão rolando atividades e o Grito termina amanhã a tarde (sábado, 4) com um grande evento próximo ao Arar do Multirão com muito hip-hop, djs e mcs, rappers, grafiteiros de responsa, movimento feminista e muito mais…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s